Parece que você não possui a versão mais recente do Flash Player

Clássicas da Jaraguá

Silêncio que vale ouro

Acompanhe Clássicas da Jaraguá, todos os domingos às 17h na Rádio Jaraguá.

Ouça o programa do dia 26.11.2017:

Recentemente Monica Iozzi da rede Globo criou uma grande polêmica ao afirmar que os jovens deveriam parar de ouvir sertanejo universitário e conhecer a música do cantor e compositor Cazuza. A reação do público foi imediata e muitos ficaram indignados. O comentário dela foi realmente muito infeliz. Por mais que eu não goste de algum gênero musical não tenho o direito de criticar quem gosta. Nestes momentos se aplica o velho ditado: “silêncio vale ouro”.

Na música, o silêncio desempenha um papel fundamental. Existe aquele silêncio que antecede o início de uma apresentação. É o momento para o artista se concentrar e onde qualquer ruído atrapalha. É importante lembrar de desligar o celular, parar de conversar e  de preferência ter  no bolso uma pastilha para aquela tosse inconveniente.

Outro tipo silêncio é aquele que ocorre dentro da música. Tecnicamente se chama pausa. Como na linguagem, a pausa pode durar o equivalente a uma vírgula, um ponto, um parágrafo ou um novo capítulo. As grandes obras sinfônicas geralmente têm vários “capítulos”, conhecidos como movimentos. Entre um movimento e outro é recomendado não aplaudir justamente para não atrapalhar a concentração do artista.

Por último, existe um silêncio raro mas que quando ocorre é maravilhoso. É aquele momento que vem após uma execução fantástica. Quando ainda estamos tão envolvidos com o que acabamos de ouvir que não conseguimos ou não queremos voltar à realidade. A música insiste em continuar ecoando nos nossos corações.

O violinista Shinichi Suzuki conta na sua biografia que certa vez foi assistir a um famoso quarteto de cordas. Ao final da execução ele estava tão impactado com o que ouviu que não conseguia mover um músculo. Demorou alguns segundos para ele finalmente começar a aplaudir freneticamente.

Fonte: http://www.jaraguaam.com.br/blogs/classicas-da-jaragua/silencio-que-vale-ouro

comentários

notícias relacionadas